Grupos Copa América 2021: Prognósticos e dicas de aposta

26 março 2021
par admin

Conteúdo Comercial | Somente para novos clientes | 18+

A divisão dos grupos Copa América 2021 promete boas partidas e oportunidades de apostas. Neste guia, mostramos as seleções nos grupos da Copa América e a expectativa para o desempenho de cada uma delas. Confira nossos prognósticos e dicas de apostas para os grupos Copa América 2021.

Melhores casas de apostas para a Copa América

 

Sites de apostas Bônus Aposte na Copa América 2021
bet365

Novos clientes ganham créditos
Betfair

Bônus de 100% até R$200
Sportingbet

100% até R$120 de bônus
Rivalo

Bônus de 100% até R$350
Bônus de 100% até R$100
Bônus de até R$600 com o código FEZMAX

Grupo A – Grupo Sul

Uma das novidades desta edição é que os grupos Copa América 2021 agora são dois. Havia nas edições anteriores da Copa América grupos com quatro seleções cada. Serão na Copa América 2021 grupos com cinco seleções cada, com um total de dois grupos. 

Originalmente, seriam na Copa América grupos com seis seleções cada. Infelizmente, Austrália e Catar precisaram cancelar suas participações. Com isso, os grupos Copa América 2021 perderam um participante cada.

Os grupos Copa América 2021 foram divididos conforme a localização geográfica dos países. Por isso, os países do sul do continente jogam no Grupo A Copa América. Já os países do norte da América do Sul ficaram no Grupo B Copa América. O Brasil, que se estende do norte ao sul do continente, jogará no grupo B, para tornar a divisão mais equilibrada.

Copa América 2021 Grupos: Como as equipes do Grupo A chegam à Copa América

Entre os grupos Copa América 2021, o Grupo A, parece mais forte e equilibrado. Afinal, o Grupo A Copa América concentra Argentina e Uruguai, as duas seleções com mais títulos da competição. Além disso, estão nele o Chile e o Paraguai, que costumam ser competitivos.

A Bolívia não tem tanta tradição quanto as demais seleções e pinta como a grande zebra do grupo. De qualquer forma, entre os dois grupos Copa América 2021, este ainda é o que concentra mais jogadores de peso.

Copa América 2021 Grupos

Argentina

A Argentina entra naturalmente como uma das favoritas na fase de grupos Copa América 2021. Devido à sua tradição, qualidade dos seus jogadores e pelo fato de jogar em casa, também é candidata ao título. Ainda assim, terá que lidar com o fantasma dos quase 30 anos sem títulos para confirmar o favoritismo.

O maior adversário da Argentina na competição é, teoricamente, o Brasil. No entanto, o destino reservou para as seleções na Copa América 2021 grupos diferentes. Portanto, a Argentina precisará confirmar sua classificação na fase de grupos da Copa América antes de pensar no Brasil.

Bolívia

A Bolívia já entra como azarão do Grupo A Copa América. La Verde, como é conhecida a Seleção Boliviana, está em último lugar nas Eliminatórias da Copa 2021. Além disso, só passou da fase de grupos da Copa América uma vez nas últimas oito edições. Por fim, não conta com uma estrela para decidir alguma partida

 Chile

A seleção chilena ainda vive uma dolorosa transição desde o fim do ciclo vitorioso sob o comando de Jorge Sampaoli. Bicampeões da competição em 2015 e 2016, os chilenos ficaram fora da Copa do Mundo em 2018. Em 2019, passaram de fase e caíram na semifinal da Copa América. Agora, estão apenas em sexto lugar nas Eliminatórias da Copa 2022.

Apesar da fase não tão boa, o Chile ainda deve passar da fase de grupos Copa América 2021. Motivados pela recente troca de treinador, os chilenos podem ser a terceira força do grupo, atrás de Argentina e Uruguai.

Paraguai

A seleção paraguaia é outra que vive um longo período como coadjuvante no futebol sul-americano. Por isso, deve mesmo disputar o posto de terceira força do Grupo A Copa América contra o Chile. Entre os nomes conhecidos do Paraguai está o de Gustavo Gómez, zagueiro do Palmeiras.

Apesar de não ter se classificado para as duas últimas edições da Copa do Mundo, o Paraguai cresce a nível local. Na Copa América 2019, foi eliminado nos pênaltis pelo Brasil, nas quartas de final. É uma seleção que costuma empatar muito, como indica seu retrospecto recente na Copa América e nas Eliminatórias.

Uruguai

O Uruguai também vive um momento de transição após um período de destaque no início da década passada. A diferença para o Chile, no entanto, é que os uruguaios já têm bons nomes na geração atual, como Bentancur, Giménez e De La Cruz. Além disso, ainda têm os veteranos Cavani e Suárez à disposição.

A seleção uruguaia entra como favorita contra todos os adversários no grupo, com exceção da Argentina. Por isso, tem tudo para passar com tranquilidade pela fase de grupos Copa América 2021. Principalmente, porque na Copa América grupos sempre oferecem alguma facilidade pelo número de vagas disponível.

Previsão de Grupo da Copa América: Grupo A

Até o momento, estão descartadas outras seleções na fase de grupos Copa América 2021 para substituir Austrália e Catar. Por isso, cada grupo deverá seguir com cinco seleções, das quais quatro passam para as quartas de final. Ou seja, apenas uma seleção de cada grupo será eliminada já nessa fase.

Por enquanto, a Bolívia aparece como favorita para ser eliminada no Grupo A Copa América. Já a Argentina aparece como a grande favorita para liderar o grupo. Afinal, os argentinos contam com o melhor grupo de jogadores, liderado por Lionel Messi. Além disso, jogam a primeira fase em casa. Mesmo sem o apoio da torcida, devido às restrições sanitárias, esse elemento não deve ser desconsiderado.

O Uruguai aparece como forte candidato a passar da fase de grupos Copa América 2021 e talvez disputar a liderança. No entanto, a seleção uruguaia ainda vive fase irregular e pode ter dificuldades contra Chile e Paraguai. Ambas as seleções, apesar de seus elencos fracos atualmente, costumam crescer nas competições domésticas. Não à toa na Copa América grupos como este costumam oferecer fortes emoções a torcedores e apostadores!

Grupo B – Grupo Norte

A divisão de grupos Copa América 2021 acabou favorecendo as equipes do norte do continente. Com menos tradição, seleções como Equador e Venezuela escaparam de enfrentar adversários de maior peso, com exceção do Brasil. Como referência, as seleções do Grupo B Copa América somam, entre si, 12 títulos (sendo 9 do Brasil). Já o Grupo A soma 34 títulos.

A decisão de dividir os grupos Copa América 2021 desta forma deve-se a dois fatores. Um deles é a questão logística, já que os grupos da Copa América concentrarão seleções e países próximos. Com isso, apenas o Brasil deverá fazer uma viagem mais longa para competir nesta edição.

O outro fator que torna menos estranho na Copa América 2021 grupos com essa divisão é a história recente. Afinal, a seleção peruana decidiu a última edição da Copa América, em 2019, contra o Brasil. Já a Colômbia joga em casa e tem bons nomes em seu plantel. Equador e Venezuela também têm se mostrado bem mais competitivas nos últimos anos. Com isso, podemos esperar bons jogos também neste grupo.

(our table)

Grupos da Copa América 2021: Como as equipes do Grupo B chegam à Copa América

O Grupo B Copa América apresenta um claro favorito para passar de fase e uma grande disputa pelas outras vagas. Nesse sentido, vemos nesta edição da Copa América grupos bem diferentes. Enquanto, no Grupo A, a Bolívia corre o risco de virar “café pequeno”, não existe tanta disparidade no Grupo B. Claro, com exceção do Brasil.

A Seleção Brasileira chega à fase de grupos Copa América 2021 como líder das eliminatórias para a Copa de 2022. O Equador sustenta um surpreendente terceiro lugar. Já Colômbia, Venezuela e Peru estão na parte de baixo da tabela (isso em apenas quatro rodadas).

Brasil

Mesmo criticada por boa parte da torcida e da imprensa, a Seleção Brasileira entra como favorita, junto com a Argentina. Principalmente, porque nenhuma outra seleção vive grande fase. Portanto, o favoritismo já deve aparecer na fase de grupos Copa América 2021.

Os jogos de maior risco para o Brasil na fase de grupos da Copa América são contra Colômbia e Equador. A Colômbia pode complicar o jogo por jogar em casa. Já o Equador pode oferecer dificuldade devido à altitude de Bogotá e por ser o último jogo da primeira fase. O Brasil poderá entrar com os reservas caso já esteja classificado.

Colômbia

A Colômbia não vive um grande momento nas eliminatórias para a Copa de 2022, com uma vitória em quatro jogos. No entanto, pode crescer na Copa América pelo fato de jogar em casa. Provavelmente, os jogos serão disputados sem torcida ou com capacidade limitada. Ainda assim, pelo menos na fase de grupos Copa América 2021, esse pode ser um combustível a mais dos colombianos.

Cabe lembrar que a Colômbia saiu campeã na última edição da Copa América que disputou em casa, em 2001. Na edição passada, fez grande campanha na primeira fase, mas acabou eliminada pelo Chile nas quartas de final.

Equador

A seleção do Equador é uma das grandes incógnitas dos últimos anos no futebol sul-americano. Atualmente, vive boa fase nas Eliminatórias, com três vitórias em quatro jogos e o terceiro lugar na tabela. No entanto, também teve um começo excelente nas eliminatórias para 2018 e acabou ficando de fora. Na última Copa América, não passou de fase, nem em seis das sete participações anteriores.

Se conseguir manter a forma das Eliminatórias até a metade do ano, no entanto, o Equador pode passar de fase. Para isso, terá que fazer bons jogos principalmente contra Peru e Venezuela, que surgem como seus principais adversários.

Peru

Assim como o Equador, o Peru aparece como uma incógnita para a fase de grupos Copa América 2021. Atual vice-campeã da competição, a seleção peruana ainda não venceu pelas eliminatórias. Vem de derrotas para Brasil, Chile e Argentina, e apenas empatou com o Paraguai.

Depois da classificação histórica para a última Copa do Mundo, os peruanos não passaram da primeira fase na Rússia. Ainda assim, se apegam a esse feito recente, bem como ao vice-campeonato da Copa América em 2019, para manter o otimismo. Têm boas chances de passar da fase de grupos Copa América 2021.

Venezuela

Normalmente, a Venezuela seria considerada a grande zebra do Grupo B Copa América. Afinal, os venezuelanos têm o pior retrospecto das 10 seleções que disputam a competição. No entanto, temos na Copa América 2021 grupos com quatro vagas para cinco concorrentes. Ou seja, aumentam as chances de a classificação dos grupos Copa América 2021 ser definida nos detalhes.

Além disso, temos outras seleções sem tanta qualidade no Grupo B Copa América, como Equador e Peru. A Venezuela melhorou seu desempenho nos últimos anos e já é capaz de competir com força contra essas seleções.

Previsão de Grupo da Copa América: Grupo B

Como dito antes, temos nesta edição da Copa América grupos com prognósticos bem distintos. Em ambos, há um claro favorito: Argentina no Grupo A e Brasil no Grupo B. De resto, podemos esperar uma dinâmica bem diferente em cada grupo.

Com apenas uma seleção por grupo não passando da primeira fase, a Bolívia aparece como possível eliminada no Grupo A. Argentina e Uruguai devem passar com maior tranquilidade. Chile e Paraguai provavelmente precisarão vencer a Bolívia e beliscar mais algum ponto em outra partida.

Já no Grupo B, vemos um maior equilíbrio entre as seleções. As exceções são o Brasil, claro favorito a passar de fase, e a Colômbia, por jogar em casa. No entanto, mesmo a Colômbia, caso os estádios estejam vazios, perde em parte sua vantagem frente aos demais. A Venezuela aparece como candidata a ficar de fora das quartas, mas a diferença para Peru e Equador é pequena.

  • Apostas esportivas no Brasil

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial
+18 Jogue com responsabilidade viraojogo jogadoresanonimos